Altamente estéticas e minimamente invasivas, as lentes de contato estão em alta na Odontologia. Elas são, na verdade, finas laminas de porcelana que recobrem o elemento dental, corrigindo pequenos defeitos ou espaços entre os dentes.

    Consideradas um tratamento rápido (necessitam de duas sessões na cadeira odontológica), são cimentadas (“coladas”) sobre o dente e garantem naturalidade ao sorriso.

 

 

 

 

 

Indicações:

- Aumento do tamanho dos dentes para pacientes com diastemas (espaço entre os dentes – sorriso infantil)

- Dentes com alteração de cor, não sendo possível a correção pelo clareamento.

- Dentes que sofreram muitos desgastes ao longo da vida

- Dentes com pequenas fraturas por traumas

- Alterações de forma/tamanho de dentes (incisivos laterais conóides)

 

Lente de contato ou faceta, como escolher?

Na verdade é o dentista quem define. Dentes que necessitam de pequenos ajustes e tem boa oclusão (mordida) são indicação para lentes de contato.

As lentes de contato mancham com o passar dos anos?

Não. O material empregado é uma cerâmica (porcelana) e esta apresenta como característica estabilidade de cor.

Existe perigo de “soltar” as lentes?

O excesso de força na mastigação, o bruxismo (ranger) e mordidas frontais em alimentos mais duros podem fraturar os dentes e também as lentes de contato dentais. O dentista irá planejar de maneira adequada para realizar os desgastes necessários e impedir que isso aconteça. Contudo, a cooperação do paciente é fundamental.

 Há 15 anos construindo belos sorrisos!!!